segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Músicas marcantes de 2017 (E que vão ficar em 2018)


2017 foi um ano bem eclético em termos musicais. Creio que tive orgasmos sonoros bem intensos, fora que muitas dessas músicas adquiriram significados muito marcantes que me fizeram escutar elas 1000 vezes sem enjoar. Incrível que muitas descobri já tendo anos de lançadas, mas me encantaram como se fossem inéditas. Quem saber alguma dessas não encanta vocês também?



2017 foi um ano tão escuri que também foi o ano dos vídeos motivacionais. Começou com do The Rock e fui avançando. Logo nesse, tinham umas informações que faziam você pensar. Coisas como o fato dele ter sido vaiado por 20000 pessoas, expulso do time de futebol e com tudo isso ter tido o sentimento de voltar para si mesmo. Ter aquilo de olhar para você e "ser a coisa mais poderosa que pode ser", se cercar de pessoas brilhantes. Além dele, havia outros que também passaram por perrengues e se reergueram do nada. Gente como Eminem, Arnold Schwarzenegger, Silvester Stalone e até mesmo The Bolt, quando via aqueles vídeos e essas pessoas que tinham sido subestimadas em sua capacidade, humilhadas, olhadas como se fossem escória e se levantaram devido sua força e vontade, persistência e teimosia, percebia que esses caras que achamos um máximo hoje e possuem tantas coisas que cobiçamos, um dia também já estiveram no mesmo lugar de desvantagem. Uma das frases desses vídeos, "O chão é o mais baixo que você pode cair, levante-se e tente outra vez. Você não é um fracassado, você se torna um fracassado quando cai e não levanta mais.", frases como essa pra alguém que tinha chegado ao centro da terra, deixavam meu coração mais forte. E aí percebia que esses caras provaram que com trabalho duro, cair e levantar é possível você chegar onde quer.



Tive que pesquisar exatamente o que era Orange County para entender direito o que a música significava. Orange County é um condado da Califórnia, na tradução é conhecido como Condado das Laranjas tendo grande parte de sua população composta por jovens. Quando Gwen canta "I'm just a Orange County Girl, living in a extraordinary world" e relata na música todas as experiências em outros lugares e seu amor pela música, fica claro que ela é a Orange County Girl sonhando com algo maior que as fazendas de sua cidade. A música faz muitas referências e desperta o sentimento de que podemos viver em um lugar, ter uma determinada vida, mas isso não nos impede de querermos ver algo maior. Afinal, o mundo é muito grande e por vezes temos vontade de conhece-lo, sair do nosso condado e ver o quão de extraordinário o mundo tem, independente do que o resto fala ou pensa sobre isso. Como a própria Gwen diz: "Escrever meus sentimentos é algo que eu amo
E eu to pouco me fodendo
A musica não vem em cores
É hora de mudar, chegar em você com o refrão"




2017 foi o ano também em que descobri As Tartarugas Ninja e numa dessas pesquisas acabei descobrindo um clip do Donnie com uma música bem legal. Quando pesquisei a letra vi que era sobre superação. Trechos como "Você não precisa que eles acreditem em você" e "Você não quer ser um super herói?" denotam que muitas vezes não acreditam em nós porém todos podemos ser mais do que somos. É uma música que fala de força, faz com que você sinta aquele sentimento de que é capaz até mesmo de ser um super herói. "Eu disse vamos, mostre ao mundo seu verdadeiro eu
Não é o bastante ser melhor que o resto
Chegue até o topo e faça de você um superstar"



Descobri muitas da Gwen Stefani esse ano. Essa me fez pensar muito sobre o tempo e sobre como por vezes precisamos mudar pra conseguir o que queremos. O clip demonstra que Gwen está atrás de um emprego e daí começa a cantar sobre sua força, sobre como crescer, sobre como você pode ser super poderosa e ter um contrato de 1 milhão de dólares, e lógico, questiona o tempo todo o que está esperando para realizar seus desejos. A música causa em você esse sentido de urgência, esse chacoalhão que depois de ouvida algumas vezes você realmente começa a se questionar sobre o que está esperando da vida pra começar a correr atrás. E detalhe para a menção de Garotas Harajuku e seu estilo, o que fez com que muitos passassem a conhecer a moda. "Olhe para o seu relógio agora
Você ainda é uma mulher super gostosa
Você tem seu contrato de um milhão de dólares"



Do mesmo jeito que as motivacionais davam aquele up em dias cinzentos, essa música dava aquela fé extra. Ouvi certa vez que quando você está no fundo do poço, Deus é como uma mola impulsionando você pra cima, talvez a vantagem de se chegar ao fundo é não ter outra direção pra ir. E considerando que em 2017 eu cheguei próxima do centro da Terra, talvez como Chris Gardner, em muitas vezes, ao ouvir a música devo ter a mesma expressão: a de "estou ferrado, mas ainda tenho fé".
"Deus não mova a montanha, me dê forças pra escalar".



Desde que passei a ter consciência do meu estilo e de como ele se estruturava, não hesitei em investir em peças, acessórios, estudar mais sobre o estilo. E aí quando vi que Gwen tinha uma música falando dessas meninas, fiquei fascinada. O álbum dela inclusive se chama Harajuku Girls e em algumas mpusicas ela menciona o quanto o estilo dessas moças é criativo e cheio de design. De fato, a moda harajuku se divide em vários eixos, mas nenhum deles pode ser chamado de "simplizinho", uma das principais características é o Faça Você Mesmo, a customização, fiquei feliz vendo que algo assim foi difundido, afinal, roupas e moda ainda são tabu aqui no nosso país, cheias de regras quadradas, mas com a música de Gwen foi percebido que moda e estilo não precisam disso.



Em épocas mais frustradas, eis que eu descobri não só o personagem Scorpion do Mortal Kombat mas o Rap feito pelo Player Tauz. Acho que marcou muito porque na música conta a história do ninja até se transformar em Scorpion. Ele se decepcionou, foi ferido, teve tudo que lhe era querido tirado sem dó, até que volta pra dar o troco em tudo e todos. É o tipico retrato de quando alguém era inocente acreditando que o mundo poderia ser bom e gentil e a vida perfeita, até que algo vem e quebra esse cristal, deixando-o sem conserto. De algum modo 2017 foi uma sucessão de cristais quebrados. E tal como Scorpion eu morri e levantei muitas vezes. "Mataram meu clã, mataram minha família
Eles eram tudo... tudo o que eu tinha
Então naquele dia, também morri
Para as chamas do inferno, eu caí
Sub-Zero escute bem, vou te destruir
Deixei o meu ódio, me consumir"



Essa música é muito o retrato daquelas cenas que vemos em filmes de quando alguém afunda tanto em si mesmo, que é como se ficasse feito de gelo. É uma música que fala do quanto você quer se aquecer, mas algo dentro de você mesmo o impede. É estar quebrado de uma forma que você até tenta colher os cacos, mas não consegue encontrar as peças. Era um música que relaxava bastante e o timbre dava um prazer e tranquilidade. 



Essa é uma música pra quem está lutando e continua mesmo que sinta a inutilidade disso. Fala de uma pessoa que está praticamente implorando pra que a vejam, que a socorram, que está lutando consigo mesma e com o mundo mas como a própria música diz: "Não consigo afogar meus demônios, eles sabem nadar". Creio que essa música diz muito sobre aquela culpa que se sente quando você não consegue corresponder ao que o mundo espera de você e se sente abaixo e sem valor por isso.



Lógico que dentre tantas músicas devia haver uma instrumental. Em momentos em que tudo ia mal, em que tudo estava meio mais ou menos, Mhysa vinha como um bálsamo, afinal a cena da série em que ela toca, de Daenerys sendo exaltada pelas pessoas que libertou fazia com que você sentisse que também podia ser merecedor disso do mundo. O mundo nem sempre é bom mas ele pode também em algum momento de sua vida dar o seu devido valor, mesmo que você próprio não saiba dele.



A última grande descoberta musical do ano talvez tenha vindo como uma profecia. Esse rap, também do Tauz fala de Goku, com falas do próprio exaltando que dentro de você existe um poder imenso, só esperando pra ser despertado, que muitos não tem nem noção de como esse poder é grande e que força é querer se superar sempre, uma vez que o próprio Goku já apanhou um bocado, já perdeu e caiu, mas levantou. Ter um coração bom é algo louvável, mas que pessoas vão se aproveitar disso, cabe a você descobrir seu poder verdadeiro pra lutar sempre. Foi a música pra ser cantada na virada do ano e começar 2018 com essa energia toda de super sayajin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário